Escola de Ciência Política


Questão (A) Nacional e a Social-Democracia, 1913
Outubro 2, 2007, 2:16 pm
Filed under: Ficheiros bibliográficos

Lenine encarregou Estaline, em 1912, de organizar um panfleto sobre a problemática da nação, dado que este georgiano, já em 1904, quando ainda era um fervorosos nacionalista georgiano, tinha elaborado um trabalho sobre a matéria, onde considerava que “a questão nacional nas diferentes épocas serve interesses diversos, toma formas diversas, em função da classe que os põe,e do momento em que ela os põe”. Desse trabalho surgiu um texto publicado em Janeiro de 1913 na revista Prosvechtenie, intitulado A questão nacional e a social democracia que, depois de ligeiramente modificado, vai ser, nesse mesmo ano, editado em S. Petersburgo, sob o título O marxismo e a questão nacional e colonial. Aí considera que “a nação e uma comunidade estável, historicamente constituída, de língua, de território, de vida económica e de formação psiquica, que se traduz numa comunidade de cultura”. Também na mesma data refere que “a nação é uma categoria histórica e é uma categoria histórica de uma época determinada, da época do capitalismo ascendente”. Não deixa, no entanto, de considerar que “a questão nacional é uma parte da revolução proletária, uma parte da questão da ditadura do proletariado”. Assim, define a nação como uma comunidade humana, estável, historicamente constituída, nascida na base de uma comunidade de língua, de território, de vida económica e da formação psíquica que se traduz numa comunidade de cultura. E basta que falte um dos elementos para que a nação deixe de ser nação.

O artigo visava atacar os membros do Bund, a união operária dos judeus da Lituânia, da Polónia e da Rússia, fundada em 1897, federalistas, que pretendiam assumir-se como os representantes do proletariado judeu, em nome da autonomia cultural nacional, considerada reaccionária por Lenine. Surge também uma crítica à perspectiva de Otto Bauer.

·A Questão Nacional e a Social-Democracia, artigo publicado em 1913 na revista Prosvechtchenie, escrito em Viena nos finais de 1912, princípios de 1913, e depois publicado em brochura, em São Petersburgo, no ano de 1914, sob o título A Questão Nacional e o Marxismo. Cfr. A trad. port., Marxismo e Questão Nacional, Lisboa, Assírio e Alvim, 1976.

Retirado de Respublica, JAM


Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: