Escola de Ciência Política


Cuba
Fevereiro 13, 2007, 9:16 am
Filed under: Geografia histórico-política
República das Antilhas. 110 861 km2. 11 100 000 habitantes. Antiga colónia espanhola que não alinha nos movimentos independentistas dos anos vinte do século XIX, temendo o exemplo haitiano, onde aconteceu uma revolta dos escravos negros. Só a partir de meados do século XIX se inciam movimentos de revolta, tendo como modelo o Texas, que se separou do México e aderiu à União Americana. Por isso é que ainda hoje a bandeira cubana adopta a primeira bandeira taxana. A primeira revolta de 1868-1878 é esmagada. Na segunda, de 1895, destaca-se José Martí. Segue-se a guerra hispano-americana, terminada em 1898 com intervenção de tropas norte-americanas e a derrota dos espanhóis. Desde então até 1901, a ilha torna-se num protectorado de Washington, alcançando a independência em 1902, mas condicionada à chamada emenda Platt, que, além de garantir a base de Guantanamo, estabelece um direito de intervenção. De 1925 a 1933 destaca-se a ditadura do general Gerardo Machado. A partir de 1933 até 1959, a figura chave da vida cuba é o general Fulgencio Batista, primeiro como comandante da Guarda Nacional e depois como ditador (1934). Em 1940 é eleito presidente da república com apoio das forças de esquerda, nomeadamente dos comunistas que em 1942 passam a ter dois ministros no governo. O próprio partido muda de nome em 1944, designando-se desde então Partido Socialista Popular, com o dirigente Escalante a associar-se a Batista. Nesse ano, presidente abandona o poder por imperativo constitucional, regressando em Março de 1952, depois de um golpe de Estado. Na oposição, destaca-se então um partido de extrema-direita, o Partido Ortodoxo, sob a liderança do jovem advogado, educado pelos jesuítas, Fidel de Castro. É este que em 26 de Julho de 1953 promove o ataque ao quartel de Moncada, em Santiago de Cuba. Preso e julgado, editando a sua defesa com o título A História me Absolverá, é amnistiado no ano seguinte, refugiando-se no México. Em Dezembro de 1956, desembarca e instala um foco de guerrilha na Sierra Maestra, donde também emite a Radio Rebelde, com ampla cobertura mediática de jornalistas norte-americanos. Assume o combate à corrupção e luta contra o domínio dos grandes proprietários, ao lado do esforço dos partidos de direita e dos próprios norte-americanos que decretam um embargo ao regime de Batista. Este abandona o poder e foge de Havana no dia 1 de Janeiro de 1959, precedendo a entrada na capital dos guerrilheiros barbudos de Fidel, em torno de um Movimento de que apenas faz parte o comunista Ernesto Che Guevara. O novo regime é entretanto abalado pelo desembarque na Baía dos Porcos, em 16 de Abril de 1961. A partir de então, Fidel declara-se marxista-lenista com o Partido Único da Revolução Socialista e alinha com a União Soviética. Em Outubro de 1962 desencadeia-se a crise dos mísseis. Em 1964 decreta-se o bloqueio norte-americano. Em 1965, Che Guevara parte para a organização de guerrilhas comunistas na América do Sul, sendo morto na Bolívia em Outubro de 1967. Em Janieor de 1967, a Conferência Intercontinental de Havana. Em 1970 falha a campanha para a duplicação da produção de açúcar. Só em 1975 é que surge o primeiro congresso do partido Comunista Cubano. No ano seguinte contingentes cubanos partem para Angola e depois para a Etiópia, onde estacionam até 1990. Em 1979, a Cimeira dos não-alinhados decorre em Havan. No julgamento do general Ochoa, revela-se como o regime esteve implicado no tráfico de droga. No dia 1 de Julho de 1997 decorre em Havana a primeira missa pública, precedendo a visita do papa João Paulo II.
Retirado de Respublica, JAM

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: