Escola de Ciência Política


Causa
Fevereiro 7, 2007, 2:07 pm
Filed under: Contributos filosóficos
Aquilo que faz com que uma coisa exista. Uma relação entre acontecimentos, processos ou entidades situadas na mesma série de tempo, pelo que, quando uma delas ocorre, a outra segue-se invariavelmente, havendo assim uma sequência. Quando a relação entre as sequências é concebida como necessária, surge o chamado determinismo radical (hard determinism). Quando essa relação é apenas vista como uma conjunção constante, há um determinismo moderado (soft determinism), assumido pelo positivismo. John Stuart Mill fala numa causalidade múltipla, definindo como tal the sume total of the conditions positive and negative taken together which beeing realized, the consequent invariabilly follows. De acordo com Aristóteles, há quatro causas: a eficiente (como um acto ou uma força), a material (a potência da matéria), a formal (alguma coisa direccionada face a um plano) e a final (alguma coisa iniciada por certa proposta ou fim) .
Retirado de Respublica, JAM

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: